Sites Grátis no Comunidades.net

Como Procurar um Professor Particular

Como Procurar um Professor Particular

http://images.comunidades.net/ens/ensinarcomarteepaixao/refor_o.png

 

Onde  procurar?

A melhor maneira de encontrar professores particulares é fazer uma busca pela internet, afinal, o Google – o oráculo da modernidade – tudo registra e tudo pesquisa. Jogando palavras-chave como “aulas particulares” ou “professor particular”, você conseguirá muitos resultados. Se quiser, especifique a disciplina de que precisa.

Muitos professores anunciam suas aulas em sites de classificados, como o Primeira Mão ou Olix, mas existem outras opções mais específicas, como os portais de aulas particulares. Seja para divulgar serviços de professores autônomos, seja para representar empresas que trabalham com reforço escolar, na internet hoje se pode encontrar todo tipo de professores e aulas. No caso das empresas que vendem essas aulas, como em qualquer outro caso, é importante se certificar da idoneidade e a seriedade do trabalho realizado.

Para cada necessidade, um professor

É muito importante ter em mente que, assim como os alunos, os professores também têm suas preferências e competências particulares. Além dos cursos específicos que   qualificam esses profissionais, ele precisa ter aptidão e gosto para trabalhar com a faixa etária do aluno em questão.

Crianças, adolescentes, adultos e idosos têm potencialidades e possibilidades de aprendizado que, muitas vezes, precisam ser exploradas de modos diferentes.

 

 

Trata-se de um aluno com capacidade cognitiva normal, ou com alguma dificuldade diagnosticada?

Apesar de parecer que o diagnóstico dirá tudo que o professor precisa saber para lidar com os alunos portadores de necessidades especiais, não é bem assim. Afinal, não é incomum que dois deles, mesmo com diagnósticos iguais, apresentem especificidades muito diferentes no ambiente escolar. Por isso, é desejável que o professor tenha alguma qualificação ou experiência em relação a isso.

 

O aluno realmente quer aprender?

Se o aluno não tem nenhuma dificuldade que atrapalhe seu aprendizado, é preciso que ele se comprometa a aprender e seguir as orientações do professor. Do contrário, todo tempo e dinheiro serão jogados no lixo.

Por isso, se você procura um professor particular para você, tenha certeza de que irá se dedicar aos estudos. Se for para uma criança, converse com ela e a incentive a estudar e a se interessar pelo que o professor terá a ensinar.

Ele tem experiência?

 Você necessite de um professor com mais experiência, leve em conta fatores como:

Tempo e Idade

 

Ele cobra pelo deslocamento que terá de fazer até sua casa?

Isso é comum, e muito justo. Apenas pondere se esse valor não está muito acima do valor cobrado quando é o aluno que vai até o professor.

 

 Ele trabalha com a sua demanda?

Muitas vezes, com a experiência e o amadurecimento, pode ocorrer de o professor se especializar em trabalhar com uma determinada faixa etária ou nível de ensino. 

Ele se mostra simpático e solícito?

É claro que isso é uma questão de opinião. Mas a minha, eu deixo claramente expressa por aqui: não importa o quanto um professor seja qualificado, reconhecido e bom no que faz, ele sempre deve se mostrar gentil e convidativo para com o aluno. Afinal, ninguém nasceu sabendo tudo – nem mesmo ele. Além disso, reflita se você realmente está disposto a ter aulas com um professor que subestima sua capacidade de aprendizado ou não está preocupado em descobrir como te motivar sem te desanimar.

 

Quanto ele cobra pela hora/aula? O valor pode ajudar a decidir.

No caso das aulas particulares, a forma mais comum de se cobrar por esse serviço é fixar um valor por cada hora de aula, que chamamos de hora/aula.

Quando o professor está no início de sua carreira, geralmente estipula um valor menor para atrair seus primeiros alunos e ganhar experiência. Na medida em que se sente seguro e vai desenvolvendo suas estratégias de ensino, é comum que esse valor vá subindo.

É claro que esse valor não pode estar muito acima da média pois, nesse caso, o professor teria muita dificuldade em conseguir alunos. Embora isso dependa também do valor que seu público-alvo está disposto a pagar pelo que ele oferece, é preciso ter os pés no chão em relação a isso.

Em última instância, somente você saber de quanto dinheiro dispõe para esse fim e isso com certeza é um fator importante na hora da decisão. Afinal, ninguém quer ficar no vermelho.

Por isso, fica uma dica preciosa: nem sempre o professor com uma hora/aula mais em conta é a melhor escolha. Por isso, faça uma pesquisa na internet, solicite orçamentos e converse com vários professores antes de se decidir.

 

Veja se há desconto para pacotes

Quando o aluno contrata muitas aulas, é possível fazer um desconto. Isso é comum em diversos cursos e serviços, que oferecem descontos com base na quantidade de itens contratados.

Contudo, o professor tem a opção de não oferecer descontos. Tudo é uma questão se negociação e conversa. Tenha em mente que, se ele tem a opção de não concordar com sua proposta, você também tem a opção de não contratar as aulas.

Aula presencial ou online?

Hoje, temos dois tipos de aulas particulares, quando se trata do local onde acontecem: presencial e online.

Aula presencial

No primeiro caso, as aulas podem acontecer na casa do aluno, do professor, ou ainda em local público. Geralmente, quando é o professor que precisa se deslocar, isso é contabilizado no valor da hora/aula. Imagine uma cidade como São Paulo, em que deslocamentos podem levar horas… É justo que o professor não fique no prejuízo no tempo que leva no trânsito.

Muitos professores, geralmente os mais experientes, atendem seus alunos em um espaço próprio, que pode ser uma sala adaptada em sua residência ou num escritório em outro local. Nesse caso, é o aluno quem vai até ele. Dependendo do caso, despesas com a manutenção do espaço são levadas em conta pelo professor ao determinar o valor das aulas.

Caso a aula seja em local público, bibliotecas, coworkings ou até cafés são ótimas opções. A vantagem é a segurança do local público, principalmente quando professor e aluno ainda não se conhecem.

 

Aula online

As aulas que acontecem no ambiente virtual ainda são um campo recente e, muitas vezes, objeto de desconfiança por parte da maioria dos alunos. Contudo, esse mercado está em expansão e é visto com otimismo por professores e gestores de portais que trabalham com essa modalidade de aula.

É claro que o contato entre o professor e o aluno acontece de maneira diferente, mas isso não significa que seja menos produtivo. As aulas online apresentam vantagens tanto para o aluno, quanto para o professor.

Para o professor: deslocamento, otimização de tempo, maior número de aulas, segurança e conveniência de trabalhar em home Office.

Para o aluno: não precisa se deslocar, pode otimizar sua rotina de estudos, tem a segurança de ficar em sua casa. Valor das aulas geralmente é menor, por causa da ausência de deslocamento.

Como serão feitas eventuais reposições de aulas?

Seja por um motivo ou por outro, sabemos que todos nós estamos sujeitos a termos imprevistos no meio de um dia atarefado. Por isso, é importante que você combine com o professor o que deve ser feito em casos como esse. O que acontece se você não puder ter a aula? E se o cancelamento for da parte dele?

Acertar previamente como proceder nesses casos pode te poupar certa dose de preocupação. É comum que seja feito o seguinte combinado entre o professor e o aluno:

– se o aluno não puder ter a aula, é preciso avisar com pelo menos 24 horas de antecedência, para que o professor possa encaixar outro aluno nesse tempo ou se organize para dar conta de outros afazeres. Assim, ele não perderá esse tempo.

– no caso de o professor ter que desmarcar a aula, vale a mesma antecedência, sendo que ele irá repor esse tempo em dia e horário a serem combinados com o aluno.

Contudo, se o contratempo não permitir que sejam dados avisos com antecedência, infelizmente, o aluno, ou o professor será deixado esperando. Nesse caso, o aluno que não avisou de sua ausência não terá direito à reposição. No caso de ausência do professor, ele terá de fazer a reposição sem custos para o aluno.

Esse acerto, vale lembrar, é bom que seja feito logo no começo das aulas. Assim, se algo acontecer, ambas as partes já saberão como proceder. Além do fato de que não é nada agradável deixar outra pessoa esperando sem notícias, é possível que o stress resultante de uma ausência não avisada abale a relação de confiança entre o professor e o aluno, o que não é bom.

 

Converse com o professor antes de acertar as aulas

Mas, como saber se você vai se dar bem com o professor e se ele realmente poderá te ajudar? Nada melhor do que conversar com ele antes de começar as aulas. Muitos professores oferecem uma aula “test-drive”, grátis, para ajudar o possível aluno a se decidir. Caso isso não seja um procedimento dele, nada impede vocês de marcarem uma reunião – presencial ou online – para conversar sobre suas expectativas.

Teve empatia?

Quanto mais novo o aluno, mais tendência ele tem a identificar o aprendizado com a empatia pelo professor. É muito comum que alunos tenham notas mais baixas nas disciplinas dos professores com os quais não construíram um vínculo.

Na medida em que vamos crescendo, começamos a nos dar conta de que precisaremos aprender muitas coisas, mesmo que às vezes não gostemos delas, nem dos professores que as lecionam. É muito comum que isso aconteça no Ensino Superior, em que precisamos cursar muitas disciplinas e, em algumas delas, nos deparamos com professores com os quais não simpatizamos. Mas, se quisermos nos formar, teremos que superar a necessidade de empatia para conseguirmos o tão sonhado diploma.

A boa notícia é que, quando se trata de contratar aulas particulares, podemos – e devemos – levar em conta “se o santo bateu ou não”. Como serão apenas você e ele(a) na aula, é importante que o clima seja simpático, pois isso ajudará incrivelmente no aprendizado. Além disso, na maioria das vezes, você acabará ganhando também um amigo(a). Tenho muitos amigos que foram meus alunos, e fiquei amiga de muitos de meus professores. Isso é uma das coisas mais gratificantes da docência.

 

Observações:

O bom professor deverá apresentar retorno imediato, afinal a sua função é adequar o aluno na sala de aula para que ele possa  acompanhar  o conteúdo sem dificuldades.

 

Contato

 

13

98113-6022 

 

facebook: Dora Leite

E-mail: doraleite53@hotmail.com 

 

https://www.facebook.com/professoradoraleite/?fref=hovercard

 

 Canto do Forte e Boqueirão  

 Praia Grande

 

Alfabetização

 

Reforçode Todas as Matérias 

 

Inglês

 

Espanhol

 

Concursos

 

Enem

 

ETEC